Sou velho para ser programador?

Nesse vídeo você vai saber se é novo ou velho demais para se tornar um programador.

"Olá Harlley, tudo bem? Eu tenho 28 anos, estou no último semestre do curso técnico em informática, pretendo iniciar uma faculdade na área de TI e estou decidido a trabalhar como desenvolvedor web. Mas estou preocupado em relação a minha idade. Sei os fundamentos da programação e estou aprendendo Java, PHP e C#. Ainda não estou trabalhando com programação, mas estou fazendo estágio de suporte em redes. Minha pergunta é: Apesar de ter conhecimento básico destas linguagens, eu ainda tenho chance de trabalhar com programação tendo esta idade? E até qual faixa de idade o mercado está aceitando programadores?" – William, Canoas/RS

Obrigado pela pergunta William.

Na área de tecnologia, não é comum essa questão de idade mínima ou idade máxima, o que as empresas de fato observam, é se você possui conhecimento, ou seja, se você sabe programar.

É muito comum que a empresa, durante o recrutamento, realize testes técnicos. Estes testes podem variar bastante, eu mesmo já participei de um recrutamento, em que em um destes testes, nossa tarefa era criar pequenos sistemas.

Em minha opinião, você não deve se preocupar com essa questão de idade, mas sim em arrumar um estágio na área de programação, pois se você procura entrar na área de desenvolvimento web, eu não vejo justificativa em continuar na área de infraestrutura.

Exceto, se em sua empresa houver algum setor de programação e desenvolvimento de software. Quando eu consegui meu primeiro estágio em desenvolvimento de software, eu trabalhava em uma empresa no setor de infraestrutura, e eu conseguir migrar de setor provando para o meu chefe que já era capaz de programar, e já dava conta de algumas tarefas daquele setor de desenvolvimento de software.

Então respondendo sua pergunta, o que eu tenho visto nestes mais de 14 anos trabalhando com tecnologia, é que as empresas não têm se preocupado com idade.

Eu tenho muitos amigos, até mais velhos do que eu, que trabalham com programação, prestando serviço até remotamente para outras empresas, e idade nunca foi o problema.

O que realmente importa é a experiência escrevendo código. Quando eu digo experiência, não é necessariamente experiência profissional, ou seja, trabalhando em empresas na área de desenvolvimento de software.

Mas sim de escrever código e a capacidade que você tem de resolver problemas usando determinada linguagem de programação.

Outra coisa que eu percebi de acordo com o que você relatou, é que você disse que está aprendendo Java, PHP e C#. Tentar aprender várias linguagens ao mesmo tempo é um problema.

Eu recomendo que você escolha apenas uma linguagem, estude muito ela, e coloque muito em prática, para que você consiga resolver vários tipos de problemas com uma mesma linguagem de programação.

É isso aí, eu espero ter respondido a dúvida do William.

Grande abraço, até mais.